Vidas salvas pelo crime: tráfico de órgãos é desmascarado em lançamento ficcional

Depois de reportagens investigativas sobre trabalho escravo e ataques com ácido, Betina Zetser enfrenta um novo inimigo no último lançamento da série de Luciana de Gnone

Delito Latente encerra a saga da jornalista Betina Zetser, protagonista ficcional da escritora Luciana de Gnone. Depois de denunciar trabalho escravo no interior do Brasil e comprovar a relação de ataques com ácido à violência contra a mulher nos dois primeiros volumes da série, sinais de um novo crime movimentam a curiosidade dos leitores de Luciana.

Desta vez, a investigação surge a partir da vida pessoal da jornalista, quando Bruno, marido de Betina, é submetido a um transplante de fígado. Tudo ocorre bem na cirurgia, mas, ao tomar conhecimento sobre a origem do órgão doado, começa uma obstinada pesquisa para descobrir as circunstâncias da morte do doador.

Com o apoio de Rubens, um amigo e intuitivo repórter, e de João, médico e ex-marido de Betina, a investigação toma rumos inesperados e surpreendentes. Enquanto verifica as condutas duvidosas do hospital paulista, a protagonista não percebe que o verdadeiro inimigo está mais próximo do que imagina.

Além da saga de Betina Zetser, Luciana é autora de Crimes em Copacabana e co-autora do livro Te odeio, mãe! Com todo meu amor uma antologia de cinco contos que abordam o tema mãe.

Delito Latente – 350 páginas – R$ 29,90 (físico) e R$ 11,99 (e-book)http://bit.ly/delitolatente

Reforma da Previdência na Prática

Escrito pelas advogadas Carla Benedetti e Manoela Plácido do Amaral, o livro debate o assunto de forma prática, com a inserção de dados reais do cotidiano da advocacia, ao mesmo tempo em que traz um aperfeiçoamento teórico sobre todas as questões referentes à reforma da previdência

A obra Reforma da Previdência na Prática – Impactos da EC 103/2019 traz discussões importantes sobre as alterações decorrentes pela Emenda Constitucional 103/2019, apresentando, de maneira prática, as consequências para o segurado vinculado ao Regime Geral de Previdência Social (RGPS), bem como ao Regime Previdenciário Próprio de Previdência Social (RPPS), abordado na EC em referência.

A aprovação da mais recente Reforma da Previdência, em 12/11/2019 modificou amplamente o sistema previdenciário, seja na obtenção de requisitos para a conquista dos benefícios, como na aplicação das novas formas de cálculo e contagem, havendo ainda o estabelecimento de regras de transição igualmente rígidas.

“No livro, traçamos um panorama de como era antes e como ficaram os direitos aos benefícios previdenciários pós-reforma da previdência. Apresenta-se também uma perspectiva sobre as mudanças previdenciárias, que podem corroborar para o surgimento de um sistema também de previdência privada ou complementar, inclusive com dados referentes à adoção da previdência complementar dos servidores públicos”, afirma uma das autoras, a advogada Carla Benedetti.

O livro, que também pode servir como um manual, auxiliará no estudo e na compreensão dos temas constantes da Reforma da Previdência de 2019 para profissionais do Direito, Economia e Contabilidade, possibilitando entender, de forma mais didática, as mudanças do sistema de Previdência Social.

https://www.jurua.com.br/shop_item.asp?id=28808

Do preto e branco inanimado a um arco-íris em movimento

Disponível em três idiomas, O Jardim de Chloe” une literatura e tecnologia para inspirar o pequeno leitor a realizar sonhos e enfrentar os medos

O Jardim de Chloe já conquista o coração dos pequenos leitores com a história de bonecas falantes, um gato travesso e um elefante sonhador, mas é com o apoio da tecnologia que o encantamento em torno da obra é completo. A produção convida as crianças a interagir com um universo cheio de cores e movimentos por meio da tecnologia dos QR Codes.

Ao apontar a câmera do celular para códigos presentes nas ilustrações – que estão em preto e branco, é possível ver a imagem colorida e animada, brincadeira que torna a leitura ainda mais divertida. Lançado em três idiomas – português, espanhol e inglês – o livro de Renata Bicalho mostra o poder que os amigos têm de encorajar uns aos outros.

A personagem principal, Chloe, é uma menina de sete anos que compartilha os dias com uma coleção de bonecas falantes. Do fundo do mar ao espaço, elas contam histórias sobre amizades, coragem e sonhos que viveram antes de chegar ao quarto da protagonista.

Mineira, formada em Direito, fotógrafa e agora escritora, Renata Bicalho foi professora de inglês e português como segunda língua. O Jardim de Chloe, obra de estreia da autora, surgiu a partir de um curso de escrita na Costa Rica, onde mora atualmente. “Ao final do primeiro ano de curso, minha professora me perguntou se eu já havia reparado como vários dos meus textos eram partes e pontas de uma mesma história. Confesso que na hora eu ri! Nunca havia pensado nisso”, conta Renata, que seguiu os conselhos da professora e hoje tem o livro publicado em três idiomas.

O Jardim de Chloe – 97 páginas – R$ 21 – Link de venda: https://amzn.to/3vnK0uT

Filha de autora gaúcha de 13 anos lança romance

Que a literatura fantástica tem atraído e formado jovens leitores, isso já é conhecido. Mas a autora mirim Melissa Mellvee foi além e acaba de lançar sua primeira obra intitulada Meu padrasto é a maior viagem (Editora Berserkir). Filha da também escritora e Finalista do prêmio Kindle de 2018, Fernanda Mellvee, Melissa traz em seu primeiro romance de 260 páginas aventura e muito humor.

A obra conta a história da adolescente Ingrid, de Porto Alegre, que de uma hora para outra tem a sua vida transformada ao se mudar com a mãe, uma aspirante a atriz, e com Jimmy, seu cachorro falante, para a Suécia.

No livro, a protagonista se depara com dezenas de desafios, com os dilemas da adolescência e situações embaraçosas devido ao choque de culturas. Mas a maior surpresa da personagem principal criada pela autora mirim Melissa Mellvee é o fato de o namorado de sua mãe ser um jovem ator sueco que participa de séries e filmes épicos.

Melissa Mellvee tem 13 anos e está no nono ano do Ensino Fundamental. O projeto do livro teve início em 2018, quando tinha dez anos. O fato não surpreendeu a mãe, pois além de ser uma ávida leitora, Melissa já escrevia uma coluna em um site e é autora de contos, alguns já publicados.

No ano de 2020, a autora participou, junto com a mãe, de um projeto apoiado pela Sedac, chamado Autoras Minicontam, que é voltado à divulgação de textos literários de autoras brasileiras contemporâneas. Também no ano passado, o seu conto O ovo de dragão foi publicado em forma de E-book pela editora Histórinhas pra contar. E a autora mirim não para por aí. Deve ser lançado em breve novo romance, finalizado em 2020.

e-mail: editoraberserkir@gmail.com – Instagram: @editoraberserkir

Fogueira poética ressignifica essência da vida

Lançamento incendeia corações ao relacionar elementos da natureza ao desejo de reencontro com o íntimo pessoal

Queima, ilumina, aquece. Mais que um elemento da natureza, em Lumen Há o fogo possui significações que vão além da percepção comum. A chama representa o amor-próprio que ilumina o processo de autoconhecimento e busca pela essência de cada um.

A fogueira poética composta pela escritora, roteirista e dramaturga carioca Tônia Tinoco, ou Tai, como prefere ser chamada, é repleta de analogias entre pessoas e a natureza, duas paixões da autora. Se o ser humano é fogo, os tropeços da vida são baldes de água fria que caem quando menos se espera.

Durante a produção do lançamento, Tai se imaginou sentada ao redor de uma fogueira com leitores ditando poemas de seus corações. É possível identificar na escrita da autora referências de Jorge Amado, Fernando Pessoa, Mia Couto e Clarice Lispector, nomes que a inspiraram ao longo dos 52 anos como leitora.

A obra transborda sentimentos e reflexões sobre os recomeços e renascimentos que cada fase da vida impõe. Lumen Há desperta no leitor o desejo de conhecer e reencontrar-se consigo mesmo.

Amante dos livros e da literatura desde que foi alfabetizada, Tai transmite no lançamento o amor pela arte ao mesmo tempo que demonstra a paixão pela essência de cada ser. A primeira poesia foi escrita aos nove anos e, desde então, constrói sua trajetória de poetisa.

Lumen há – 74 páginas – R$ 32 (físico) R$ 20 (e-book) – Amazon, Chiado Books

Romance de época ambientado em solo nacional

Inspirado nas histórias de emigrantes italianos que se mudaram para o Brasil no século XIX, enredo de Italiana retrata a saga da família da jovem Nita em meio a descoberta do amor

Tataraneta de italianos, a escritora Raphaela Barreto desenhou a história da jovem Antonieta, a Nita, e a saga da família de emigrantes baseada nas memórias trazidas pela avó. Italiana remonta ao século XIX, período em que muitos italianos partiram para o Brasil em busca de oportunidades, atraídos pelos convites estampados em cartazes e panfletos.

Com as condições de vida precárias na Itália – e um quarto filho a caminho –, a família decide então embarcar rumo ao Brasil para trabalhar nas plantações de café. Partindo do porto de Gênova, o destino era Ribeirão Preto. Uma viagem de 29 dias que, para a primogênita Nita, representaria um marco não apenas por deixar sua terra natal.

Luca tinha problemas em falar “Nita”, mas eu gostava do jeito que senhorita soava em seus lábios. Tinha um som diferente em sua boca, como se fosse mais carinhoso do que apenas formalidades… E isso poderia ser mais um passo para bagunçar a minha vida. (Italiana, p. 25)
Com o passar dos dias, Nita se aproximava cada vez mais de Luca, um dos amigos que fez a bordo do navio. Prestes a completar 16 anos, a jovem estava encantada pelo belo rapaz, um cavalheiro nato que se tornou a melhor companhia para conversas e passeios, sem medir esforços para conquistar o coração da italiana.

O romance promissor cede lugar às incertezas sobre o que aconteceria após o desembarque no Brasil: se permaneceriam ou não juntos. O enredo potencializa as angústias dos protagonistas quando um terceiro componente entra em cena: um casamento arranjado pelo pai de Nita. Ela irá honrar o desejo de sua família ou seguir seu coração?

Inspirado em fatos reais, Italiana diferencia-se como um dos raros romances de época ambientados em solo nacional. Cenário perfeito para uma história de amor que atravessa continentes para encontrar seu desfecho em meio às fazendas cafeeiras e ao processo de industrialização do país, protagonizado pelos colonizadores europeus.

Italiana – 292 páginas – R$ 39,90 (físico) e R$ 5,99 (e-book) – Amazon

Últimas postagens

Novo Dia Live

Artigos Relacionados

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_imgspot_img