“Não previno”, diz Suzana Alves, a Tiazinha, sobre ter mais filhos

“Se Deus quiser, será bem-vindo! Crianças é luz! Não previno”, disse a atriz de 43 anos, mãe de Benjamim, de cinco anos

“Acredito que estamos passando por um momento de crescimento e fortalecimento emocional, espiritual e que a saúde hoje é nosso maior bem”.  É assim que a atriz Suzana Alves encara esse momento de pandemia. Desde que o coronavírus chegou, ela voltou a estudar e está focada em sua autobiografia. “A psicologia é um sonho antigo, que voltou a tomar forma no início da pandemia. Sempre gostei de estudar e sempre quis fazer minha segunda faculdade na área da saúde”, declarou.

“Mas também tenho trabalhado um pouco no livro todos os dias. Ele vai contar a minha trajetória, minhas conquistas, maiores dificuldades e superações. A autobiografia será uma autoanálise das decisões desde a minha infância; uma poesia da vida real que todos — conhecidos ou anônimos — passamos; experiências e vivências que me tornaram o que sou. É um livro que permeia a psicologia do ser”, revela.

É impossível falar em Suzana Alves e não lembrar da Tiazinha, personagem que a lançou para a fama nos anos 90. No entanto, sobre ela, Suzana afirma: “Sempre me vi como sou no cotidiano, nunca me vi como vocês me viam de fora. Quando vivemos o dia a dia, não vivemos rótulos ou personagens. Sempre fui a Suzaninha, a Su, a Susu, a Suzy, ou a Cuca, como meus amigos e minha família me chamam. Mas tenho total consciência da representatividade que a Tiazinha carrega até hoje”.

Suzana, que é mãe do Benjamin, de cinco anos, do relacionamento com o marido, o ex-tenista brasileiro, Flávio Saretta, conta que o filho já está bem acostumado com todos os protocolos de higienização e cuidados que a pandemia trouxe e, inclusive, frequenta a escola presencialmente.

Sobre a maternidade, ela diz ser uma eterna aprendiz. “Acordo todos os dias empenhada em aprender com meu filho e a crescer com a minha criança interna também. Amo ser mãe, vejo meu reflexo todos os dias nesse processo. Sou uma mãe carinhosa, atenciosa, mas firme também! Olho nos olhos, respiro e deixo o amor falar ou fazer. Nem sempre dá certo porque não somos perfeitos, mas estou disposta todos os dias a amar mais e mais”, ressalta a atriz.

Segundo ela, sua maior preocupação é com o emocional e com o caráter do filho. “Vivemos um tempo difícil e precisamos estar bem emocionalmentes para enfrentá-lo. Com toda essa tecnologia, as relações estão se dissipando. Faço questão de ensiná-lo que as máquinas não amam e que caráter e dignidade é sabedoria e paz”, completa.

Últimas postagens

Novo Dia Live

Artigos Relacionados

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here

spot_imgspot_img